Veeam Backup for Microsoft Azure – Criando Policies

Olá, pessoal!

Vamos continuar a série de posts sobre o Veeam Backup for Microsoft Azure. Dessa vez vamos criar nossa primeira policy para criar os backups de uma VM no Azure. Diferente do Veeam Backup & Replication, no Veeam Backup for Microsoft Azure os jobs de backup são chamados policies. Além disso, nas policies podemos configurar o Snpashot e o Backup das VMs. Novamente, a diferença entre o backup nativo e um snapshot de disco no Azure foge da proposta dessa série de posts. Mas você pode e DEVE consultar a documentação da Microsoft para entender as diferenças CLICANDO AQUI.

Vamos começar clicando no item “Create your first policy”.

 

Defina o nome da Policy.

 

 

Escolha o Azure Active Directory, no meu caso estou usando o padrão, mas se você tiver vários pode definir nessa tela.

 

Na próxima tela devemos definir em qual região está os recursos que desejamos proteger nessa policy. A policy estará amarrada com as regiões que você selecionar, então só poderá fazer backup de recursos nas regiões definidas.

 

Na próxima tela podemos selecionar os recursos que vamos proteger. No meu ambiente eu possuo apenas uma VM Linux para fazer o backup, mas é possível filtrar de diversas formas:

 

Selecione a forma que melhor atenda seu ambiente.

 

Caso você escolha “All Resources”, ou filtre por tag/subscription na escolha dos recursos, na próxima tela você pode definir se deseja excluir algum recurso da policy.

 

Em “Snapshot Settings”, podemos definir o número de restore points e o agendamento do snapshot. Lembrando que não é obrigatório habilitar tanto o snpashot quanto o backup, isso fica a cargo da sua estratégia de backup. Nesse exemplo vou habilitar ambos.

 

Em “Backup Settings”, podemos definir o repositório, a retenção do backup, ou seja, por quanto tempo os backups serão armazenados até serem sobrepostos, e o agendamento do backup.

 

Em “Cost Estimation”, baseado nas opções que foram selecionadas, o Veeam já te dá uma estimativa de quanto vai custar para armazenar o backup, separado por recursos. Também é possível exportar essa informação para CSV ou XML.

 

Em “Policy Settings” podemos definir quantas tentativas serão feitas em caso de falha na policy e se desejamos configurar as notificações.

 

Por último, um resumo das configurações da Policy.

 

Com isso teremos a Policy aguardando o agendamento.

 

Ao iniciar o job, podemos acompanhar em “Sessions Log”. Teremos um log para o Snpashot e um para o Backup.

 

O Snapshot costumar ser praticamente instantâneo.

 

No caso do Backup, o tempo vai variar pelo tamanho da VM.

 

Após finalizarmos, em “Protected Data” podemos ver os recursos protegidos.

 

É isso, pessoal!

No próximo post irei explorar as opções de restore do Veeam Backup for Microsoft Azure.

Compartilhe!
One Comment